Dia da Leitura: Neerack e o segredo de Kalina - Allysson de Matos


Hoje,12 de outubro é dia da criança e da leitura.
Vi no Inútil e no Mundo de Fantas essa campanha e resolvi participar...


" Dia 12 de outubro é o Dia da Leitura e no Facebooko Alvaro Domingues, o Pai Nerd, nos convidou a fazer parte da Campanha: Leia um Livro de Literatura Fantástica de Autor Lusófono (português, brasileiro, angolano, moçambicano, açoriano, etc..)

Vamos todos participar?
E mais, o que acham dos blogueiros se unirem e todos postarem resenhas de literatura fantástica lusófona?"


Logo, a resenha de hoje é de um livro nacional de fantasia do autor parceiro Allysson de Matos - Neerack: O Segredo de Kalina

Edição: 1
Editora: Novo Século
ISBN: 9788576793052
Ano: 2010
Páginas: 240

Como todo início de série, este livro é uma introdução e, por isso, o começo é meio cansativo, mas depois a narrativa se torna rápida e o final nos deixa ansiosos pelo próximo livro.
Gostei muito dos personagens e das reviravoltas que se dão. Você começa achando uma coisa e vai descobrindo aos poucos as nuances da história.
Eu me senti dentro da história, consegui sentir o medo ao entrar na caverna, o medo dos personagens em não sair dela, consegui ver o mundo por Allysson e por isso recomendo e estou realmente ansiosa pelo próximo livro. *-*
O Segredo de Kalina é realmente surpreendente. E o mal que permeia toda a história é muito bem "bolado".
Uma leitura que inclui até um certo humor...
Uma coisa que "eu" senti falta é uma explicação, ou as sensações e emoções de Zatoom enquanto esperava por seus filhos que estavam dentro da caverna.

"... - O que eu tenho a lhes pedir não é nada com que se assustar, mas é algo que pode ser muito difícil de vocês lembrarem lá dentro.Eu quero que vocês se recordem que são irmãos e em nenhum momento abandonem um ao outro. Por favor, me prometam isso.esse é meu único pedido..." pg.27,28

Recomendo!

Sinopse:
O maior erro do mal é subestimar o poder do bem, acreditando que a amizade pode ser uma fraqueza. E esse foi o grande equívoco de Eternium, transformar sangue em metal, permitindo uma ligação que pode ultrapassar as paredes da montanha, o poder da pedra e a eternidade. Mesmo que o tempo passe, as pessoas mudem, os seres percam seu encanto e cada vez menos as histórias sejam contadas. Mesmo que a magia dos seres criados no início não tenham mais credibilidade e a terra deixe o extraordinário esquecido. Mesmo assim é inegável, indiscutível e terrivelmente verdadeira a existência do mal.

Fica a dica.
Bjos!!!

3 comentários :

  1. Não tenho lido muitos livros com esse tema. Estou mais para romance ultimamente, mas é uma otima dica,nada como uma lutinha entre o bem e o mal para variar.

    ResponderExcluir
  2. Parece ser muito bom *-*
    Já conhecia pela capa (que é linda!), mas é a primeira resenha que leio ^^
    Adorei o quote!
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Gostei de ver a repercussão! Parabéns pela escolha.

    ResponderExcluir

Quero saber o que tem a dizer... um olá, um argh...tudo que me faça te conhecer um pouco mais.