Entrevista #6


Mais uma entrevista que era para ter saído ontem, mas vamos lá...
A entrevista de hoje é com o Felipe Santos, autor de O Preço da Imortalidade, um livro fascinante, que já tem resenha AQUI no blog.

SnL) Conte um pouco sobre você.

F.S.: Olá a todos. Meu nome é Felipe Santos, tenho 27 anos, moro no Rio (mas nasci em Manaus), adoro ler livros e criar histórias com o sobrenatural. O Preço da Imortalidade é o meu primeiro livro publicado e conta a história de um jovem camponês arrastado para um mundo que não conhecia.

SnL) O que o levou a escrever.
F.S.: Como disse, gosto de criar histórias sobre o sobrenatural, gosto de criar personagens e decidir o seu destino, assim como dar meu ponto de vista sobre as lendas fantásticas.

SnL) É possível um autor nacional viver somente de sua literatura.
F.S.: Até o momento só conheço poucos autores que vivem unicamente da literatura, como Paulo Coelho e André Vianco. Todos os outros autores possuem um trabalho alternativo e dos mais diversos. Mas é possível, sim. De alguns já conseguiram, outros poderão também.

SnL) Qual ou quais livros você escreveu em que você está mais presente.
F.S.: Até o momento só escrevi um livro (rsrsrsrs), então este deve ser o livro que estou mais presente (rsrsrsrs).

SnL) Qual dos seus personagens você mais gosta.
F.S.: Essa é uma boa pergunta. Gosto de vários personagens: Lam Sahur, Arctos, William das Trevas, mas o meu favorito mesmo não é o favorito dos leitores que leram meu livro (rsrsrsrs). Por enquanto não vou revelá-lo.

SnL) Qual gênero literário você mais aprecia?
F.S.: Ficção sobrenatural. Gosto também de uma boa ficção científica e clássicos de "monstros" (Dorian Gray, Drácula e Frankstein).

SnL) Diga-nos qual seu autor favorito
F.S.: Tenho vários autores favoritos, mas vou citar dois aqui: André Vianco (Nacional) e Stephen King (esse não preciso falar nada).

SnL) Que mensagem você espera passar ao escrever um livro.
F.S.: Nunca pensei por esse ângulo. Quando escrevi o Preço da Imortalidade, tudo o que eu queria era criar uma história como eu gostaria de ler nos livros; uma história que me agradasse. Pensando um pouco sobre a história, acho que a mensagem seria: Toda escolha tem uma consequência.
Acho que é isso. Andréia, muito obrigado mais uma vez pelo apoio.

Sou eu quem agradeço Felipe. Adorei a entrevista e amei a oportunidade de ler seu livro...
Obrigada!
Bjos!!!

3 comentários :

  1. Muito boa a entrevista!!! =)

    http://conversandocomdragoes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Felipe Santos é muito gente boa, e o livro dele está no meu top novos escritores nacionais!

    ResponderExcluir
  3. oi amiga.
    fiz um desafio oficial do blog amor imortal e gostaria que você respondesse:
    http://amorimortall.blogspot.com/2011/04/desafio-oficial-do-amor-imortal.html
    beijos

    ResponderExcluir

Quero saber o que tem a dizer... um olá, um argh...tudo que me faça te conhecer um pouco mais.